Cirurgias Plásticas X Sol

Os cuidados com o sol no pós-operatório são os mesmos em todas as estações do ano.

Uma das primeiras preocupações dos pacientes, ao se submeterem a uma cirurgia plástica, é a exposição solar. Não importa a estação do ano em que a cirurgia é realizada, o importante são os cuidados preventivos.

Se o paciente for submetido à cirurgia no inverno, por exemplo, e tomar sol direto no pós-operatório, a consequência será pior do que ser operado no verão com a devida proteção. O sol deve ser preocupação constante para os pacientes.

Após uma cirurgia plástica, de uma maneira geral, recomenda-se uma proteção solar rigorosa no primeiro mês, amenizando-se a partir do segundo mês, porém convém evitar a exposição solar direta durante seis meses.

O possível “bronzeamento” da cicatriz, caso a paciente se exponha a qualquer tipo de luz solar antes do previsto, pode ser amenizado através de tratamentos dermatológicos e até recuperado plenamente por um procedimento chamado de correção de cicatriz, porém este consiste em um novo corte e em um novo pós-operatório.

Por isso, é de extrema importância que os cuidados com a pele sejam redobrados após o procedimento cirúrgico. O ideal é evitar a luz solar, direto na cicatriz, por um ou até dois anos, dependendo do organismo.